in

Tudo o que você precisa saber sobre o novo coronavírus

Os mais recentes registros mostram que uma pessoa infectada pelo novo coronavírus pode ter os primeiros sintomas entre 2 a 14 dias após o contato com o agente viral.

Os vírus que pertencem à família dos coronavírus são conhecidos principalmente por conta dos problemas respiratórios que provocam nas vítimas, muitas das vezes causando graves infecções. A descoberta do novo coronavírus foi anunciada em 31/12/2019, na China, tendo sua disseminação partindo através da província de Wuhan. O ‘primeiro’ coronavírus descoberto foi em 1937, mas somente foi batizado com este nome em 1965, após a análise que pode demonstrar que o vírus possuía forma de coroa.A incubação do novo coronavírus

Publicidade

Os mais recentes registros mostram que uma pessoa infectada pelo novo coronavírus pode ter os primeiros sintomas entre 2 a 14 dias após o contato com o agente viral.Fase de transmissão da COVID-19

A transmissão (contágio) entre pessoas, isto é, quando um novo coronavírus é transferido de pessoa para pessoa ocorre principalmente na fase onde os sintomas estejam mais latentes. Quando a vítima está febril e apresentando tosses, ela se torna uma potencial transmissora do agente, sendo que os casos assintomáticos possuem chances reais mínimas de transmissão, claro, em relação aos sintomáticos.O novo coronavírus infecta animais?

Publicidade

Os coronavírus, em sua grande maioria, infectam apenas uma família de animais. No caso do novo coronavírus, ainda não foram descobertos casos de transmissão entre animais, ou seja, ainda é desconhecido.E os sintomas causados pelo novo coronavírus, quais são?

Publicidade

Vale ressaltar que cada pessoa, dependendo de sua condição física, vai demonstrar os sintomas de forma mais ou menos intensa. Os pacientes do novo coronavírus costumam relatar os seguintes sintomas:Febre;Tosse;Dificuldade em respirar (casos mais graves).Como ocorre a transmissão do novo coronavírus?

Publicidade

Embora a família já seja conhecida, quando se trata do novo coronavírus, as coisas são mais preliminares devido ao fato de ser um agente recente. O que se sabe a respeito do contágio até o momento é que ele é feito principalmente através de:gotas de saliva;espirros;tosse;catarro;contato pessoal, como apertos de mão e abraços;contato de superfícies contaminadas com olhos, boca ou nariz.Prevenção e cuidados básicos contra a COVID-19

A principal forma de combate ao vírus é a prevenção, isto é, o isolamento social e os cuidados de higiene de uma forma ainda mais intensa.Lave as mãos (água e sabão) com frequência e sempre que tiver contato com objetos em locais públicos, se isto não for possível, você pode fazer uso do álcool em gel;Não toque na boca, olhos e nariz se não tiver feito a devida higienização;Não tenha contato próximo com pessoas já infectadas;Fique em casa (recomendação do Ministério da Saúde), caso apresente os sintomas;Cubra boca e nariz ao tossir ou espirrar;Limpar e desinfetar objetos que são tocados com frequência.O tratamento das pessoas com o novo coronavírus

Até o momento não há uma medicação específica para o tratamento de pessoas contaminadas com o novo coronavírus. Logo, o tratamento é o repouso e focado nos sintomas. Trata-se a febre, a tosse e demais sintomas, até que a pessoa se restabeleça e seu corpo produza anticorpos para ‘varrer’ o novo coronavírus do organismo.Como é realizado o diagnóstico do novo coronavírus

Os testes são simples, coleta-se o material através das vias aéreas ou mesmo o escarro, para que possam ser realizados os exames laboratoriais e que se verifique a presença ou não do agente. O teste leva até 3 dias para dar o diagnóstico.Como são tratados os casos suspeitos do novo coronavírus

Inicialmente eram observadas as pessoas que viajaram ou que tiveram contato próximo com pessoas que estiveram fora do país, especialmente nas localidades onde houve surto da doença. Esse estudo foi abandonado após a fase de transmissão comunitária do vírus, isto é, quando o contágio se dá de forma regional e sem que o infectado tivesse contato com pessoas do exterior, este é o atual cenário do Brasil.

Os suspeitos de estarem contaminados com o novo coronavírus são as que voltaram de viagem, do continente asiático e europeu especialmente e, quem é próximo de alguma pessoa já contaminada com o vírus, quando a pessoa apresenta os sintomas e, após entrevista, ela pode ser classificada como um caso suspeito. Aqui recomenda-se que a pessoa fique em isolamento domiciliar preventivo para que, em caso de novo coronavírus, não ajude a disseminar o problema.Como são tratados os casos confirmados da COVID-19

Quando um caso é confirmado e a pessoa apresenta piora ou agravamento nos sintomas, especialmente a falta de ar, o paciente é conduzido para um hospital de referência no trato da doença, em situação de isolamento, para que evite a transmissão aos profissionais da saúde,

Caso você esteja com uma pessoa infectada ou queira saber onde deve se dirigir, conheça aqui a lista de hospitais que estão preparados para o atendimento.

Já as unidades básicas de saúde, que fazem a triagem de pacientes no seu município, podem ser consultadas atraves desta lista.

Publicidade
Publicidade