in

Revelado: 3 truques que farão você cozinhar melhor

Os segredos de uma boa comida não estão só nas mãos do cozinheiro; aprenda a ser eficiente na cozinha.

Foto: Pixabay

Se você é um entusiasta apaixonado por culinária, deve saber que para sua receita sair perfeita alguns truques são necessários. Mas você conhece todos eles? Confira agora três truques que vão deixar você cada vez mais perto do título de ‘masterchef’ da sua família.

Publicidade

1- Manter a água fervendo durante o cozimento do macarrão

Você já deve ter escutado que massas em geral, incluindo o macarrão, deve ser cozido com água fervendo, mas você sabe o motivo? Um vídeo do canal Reactions, no Youtube, explica que a água em ebulição ajuda a manter as massas em movimento, dessa forma, eles não grudam um no outro, mesmo com a alta quantidade de amido liberada nos primeiros minutos de fervura.

É por isso também que aquela tentativa de colocar o macarrão antes da água começar a ferver não foi bem sucedida.

Publicidade

2- Cebolas caramelizadas perfeitas com um ingrediente secreto

Quem ama cebola caramelizada sabe que quanto mais cozidas e molinhas, melhores elas ficam, não é mesmo? E agora você vai descobrir com deixá-las no ponto perfeita com um ingrediente secreto, mas muito comum.

Publicidade

A dica é simples, mas importante: basta adicionar uma pitadinha de bicarbonato de sódio para ajudar e acelerar no cozimento. Mas lembre-se, sem exagero! A medida é de ¼ de colher de chá de bicarbonato de sódio por quilo de cebola.

Publicidade

3 – Deixe sua carne descansar

Não importa qual é o corte ou qual é a carne, deixe ela descansar antes de cortar. Essa dica poderia ser dada para qualquer pessoa que aprecia um bom churrasco, mas foi a sugestão do cientista em alimentos Guy Crosby. Crosby diz que a carne precisa descansar de 15 a 20 minutos antes de ser cortada para que mantenha a umidade. “Nesse ponto, as fibras começarão a absorver um pouco da umidade, o que significa menos perda de umidade quando você cortar. Seja paciente e seu bife terá uma chance muito maior de sair umido”, explicou o cientista.

Publicidade
Publicidade
Publicidade